Cultura

Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota reabre as suas portas

A cerimónia de reabertura do renovado Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota decorreu esta tarde com a presença de Rui Moreira e dos administradores do consórcio Círculo de Cristal.

 

A antiga campeã olímpica, Rosa Mota, anunciou por carta à vereação e ao Executivo da Câmara do Porto que não ia à cerimónia por discordar da nova designação do pavilhão.

 

A atleta informou que ponderou pedir a retirada do seu nome, tendo aceite mantê-lo na condição de que não fosse secundarizado face ao do patrocinador.


A Câmara do Porto, por sua parte, fez notar, em comunicado que o logotipo do renovado Rosa Mota é conhecido “desde pelo menos Dezembro de 2018” insistindo ainda que foi acautelado o nome da atleta na designação do espaço como estava, aliás, previsto no caderno de encargos da obra e que a autarquia não esteve envolvida nas conversações que a atleta e o concessionário terão mantido a este propósito.

 

Construído no início dos anos 50 do século XX, após demolição do edifício original, o então Pavilhão dos Desporto acolheu, em 1952, o Mundial de Hóquei em Patins, acolhendo depois várias atividades recreativas e culturais.

 

Com capacidade para oito mil pessoas, o Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota vai acolher eventos desportivos, culturais e empresariais de grandes dimensões.

 

A reabilitação que arrancou em finais de 2017, obrigou a um exigente plano de intervenção e à implementação de metodologias de engenharia inovadoras.

 

Idealizado pelo consórcio Porto Cem Por Cento Porto – constituído pela Lucios e pela PEV Entertainment – que financiou as obras de requalificação através de um investimento de oito milhões de euros, o projeto teve em conta algumas preocupações ambientais bem como os requisitos referentes à acústica.

 

Com as obras de requalificação, o espaço passa agora a contar com um centro de congressos, uma sala principal, um restaurante e várias áreas de lazer.

 

O Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota abre ao público esta quinta-feira à noite, dia 31 de outubro, com um concerto dos Ornatos Violeta, que se repete no dia seguinte.

 

Estes dois concertos acontecem pouco mais de um mês antes do espetáculo de encerramento da celebração ao vivo dos 20 anos de ‘O Monstro’, no dia 6 de dezembro, no Campo Pequeno, em Lisboa.


Produzido pela Mar Digital para The Best of Porto